• Patrícia Candoso

Já falta pouco!


Falta ar... Falta roupa... Falta espaço... Falta conforto... Falta pouco... e no entanto falta tanto... como é possível termos tantos sentimentos e sensações diferentes ao mesmo tempo?!

Quero tanto conhecer-te, ver o teu rosto, sentir o teu cheiro e até ouvir aquelas frases tão clichê da família e amigos:

Parece um ratinho!

É a cara do pai!

Tem o nariz da mãe!

Quando, na minha opinião, um recém-nascido não se parece com ninguém e mudam tanto logo nos primeiros dias.

É tanta informação ao longo de nove meses... do médico, das enfermeiras, o que se lê nos livros e na teoria tudo parece fácil. E talvez seja... posso dizer que me sinto preparada... na teoria!!!

Até poderia dizer que tenho sorte, mas acho que não é sorte, é o resultado das escolhas que fazemos e da pessoa que somos. Pois não poderia ter um companheiro e família mais valiosos, incansáveis, atentos, preocupados e com tanto amor para dar!

Sentir isso é tão bom! Até porque durante nove meses esta bebé foi só minha na realidade, fez parte de mim, cresceu, mexeu, soluçou... dentro de mim... Claro que todos os momentos são partilhados com o pai ao máximo, mas quem já passou por uma gravidez percebe o que quero dizer. Aqui dentro eu sei que ela está protegida. E quando nascer e deixar de ser só "minha" eu sei que continuará a ser a bebé mais amada e protegida do mundo. É tão reconfortante sentir isso e ajuda muito a acalmar a ansiedade e os receios dos últimos dias.

E mal posso esperar para ver e sentir o amor que todos têm para lhe dar. Acho que não deve haver maior felicidade.

Talvez no meu próximo desabafo aqui no blog já esteja com a minha princesa nos braços!

#ansiedade #Gravidez #ManuelAraújoPhotographer #Proteção #Família #Amor #experiênciaúnica #aprendizagem #MariaClara #maternidade #mãe

0 visualização

visitantes

Fica a par de todas as novidades

© 2017 Quero a minha mãe. Proudly created with Wix.com