• Patrícia Candoso

Dois anos de amor...

Atualizado: Fev 10




Dois anos de amor... um amor que dói, ser mãe dói... faz-nos sofre, faz-nos confrontar os maiores receios e medos... faz-nos ficar viciadas naquele amor sem medida, que inexplicavelmente cresce sem controlo. Queremos muito que sejam felizes, independentes e cresçam saudáveis, mas ao mesmo tempo essa independência que vão conquistando dia após dia dói no nosso coração, e não percebemos porquê... acho que no fundo é por sabermos que aquele cordão umbilical invisível vai esticando, esticando até se soltar, e eles começam a voar sozinhos. E também porque um dia nós já fomos pequeninos, e sabemos que o ciclo da vida é mesmo assim.


Neste dois anos, e olhando para tudo o que já vivemos, de facto a palavra dor é tão intima da palavra amor. Primeiro nunca pensei que coubesse este amor no coração, e por vezes não cabe mesmo e por isso dói o coração quando estão doentes, quando tropeçam e fazem um arranhão, quando choram sem parar e não sabemos porquê. Mas esta dor começa logo cedo, ate mesmo antes deles nascerem. A dor física do corpo a mudar e a adaptar-se, a dor psicológica do desconhecido.

Depois quando nascem, a dor daquela primeira noite sozinhas com o nosso bebé, sem saber nada sobre o que é ser mãe e apenas confiar no nosso instinto. As primeiras noites de adaptação, a privação do sono, o cansaço, a dor de por vezes não sabermos quem somos... e tanto mais poderia escrever deste amor que dói. Quem é mãe entende... que não há nada no mundo que nos faça mais felizes do que este Amor e sentir a sua Dor...


222 visualizações

visitantes

Fica a par de todas as novidades

© 2017 Quero a minha mãe. Proudly created with Wix.com