© 2017 Quero a minha mãe. Proudly created with Wix.com

Fica a par de todas as novidades

visitantes

Coisas que me irritam!

October 7, 2018

 

 

 

Há duas situações que me deixam perplexa e irritada, mesmo, e prendem-se com a falta de civismo, educação e até mesmo consciência de algumas pessoas. Vou-vos contar...

 

Onde eu moro há um jardim com um parque infantil, cafés, ou seja é um espaço agradável para se passear ou simplesmente estar. É um sítio também onde moram muitas famílias e há muitos cães por ali a passear. 

 

Há dias em que à Maria Clara lhe apetece acordar mesmo muito cedo... e num desses dias vi uma mulher (aparentemente jovem) a passear o seu cãozinho (aparentemente com mais de 50kg). O bichano corria livremente e cheio de vontade pelo jardim e passeios de acesso aos prédios enquanto a senhora estava sentada num banco a falar ao telemóvel. O passeio matinal deste cão durou apenas 10 minutos, onde livremente fez as necessidades nas rodas de carros ali estacionados e num passeio bem em frente à porta de um prédio. A senhora esteve o tempo todo ao telemóvel com a trela e uns saquinhos (daqueles pretos para os dejetos dos animais) na mão. Depois levantou-se, continuando ao telemóvel, chamou o cão colocou-lhe a trela e foi-se embora na direção contrária, achando certamente que ninguém tinha visto e por isso ela ia ignorar que o seu cão tinha cagado em frente àquele prédio. Ainda a tentei chamar... obviamente fingiu não ouvir e desapareceu.

 

Pergunto-me... será que isto não pesa na consciência das pessoas? Querem ter animais mas não têm paciência para as obrigações que isso implica? Brincar com eles enquanto passeiam? Dar-lhes atenção? E limpar a merda que fazem na via pública, por onde passam outras pessoas e até crianças? Se alguém vir eu apanho, senão “caguei” vou me embora de fininho!

 

Outra situação que me tira do sério é, por exemplo, estacionarem em cima dos passeios de tal forma que uma pessoa em cadeira de rodas ou com carrinho de bebé tem que atravessar pela estrada para passar. Ok, quem nunca o fez ou pensou fazer? Mas acho que podemos perceber se de facto deixarmos ali o carro vamos impedir a passagem... Se sim obviamente não estacionamos!

 

Noutro dia tinha o meu carro estacionado numa praceta onde, regra geral fazem estacionamento em segunda fila e às vezes terceira, com a justificação “estava só ali no café”, “foram só 5 minutos”. Certamente "não mora aqui", respondo eu! Como estava a contar, tinha o carro estacionado correctamente mas não conseguia sair. Abri o carro, coloquei o ovinho da miúda no isofix e deixei as portas abertas porque estava imenso calor. Guardei o saco dela e o carrinho na bagageira do carro e... como ninguém se aproximava do carro mal estacionado não tive outra opção senão buzinar. Coisa que detesto fazer! E buzinar insistentemente porque (sem exagero) a pessoa demorou cerca de 5 minutos. E lá apareceu na maior das calmas a pedir desculpa porque estava só ali no café e não ouviu... 

 

O problema é que se isto acontecesse uma vez sem exemplo seria desculpável (talvez), mas não, acontece todos os dias. Será que sou só eu a irritar-me com estas coisas? Será que só acontece no sítio onde moro?

 

Mais civismo e educação por favor!

 

 

 

 

 

 

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Autora de Quero a Minha Mãe, um blog dedicado ao universo complexo das mãe. 

FEATURED POSTS

November 4, 2019

September 16, 2019

Please reload

  • Black Facebook Icon
  • Black Instagram Icon