© 2017 Quero a minha mãe. Proudly created with Wix.com

Fica a par de todas as novidades

visitantes

A sério?! Que dia...

June 7, 2018

 

 

Há dias em que mais valia não sair de casa. E penso: é tudo uma questão de logística, esse novo palavrão do meu dicionário de mãe.

 

Hoje foi dia de visita à pediatra, na verdade seria amanhã mas, foi antecipado por erro de marcação na agenda da clínica. Logo aí, a consulta em vez de ser em Cascais, a 5 minutos da minha casa, passou a ser em Miraflores, a 20 minutos mais algum trânsito na auto-estrada. Vá lá, que é feriado em Oeiras e havia menos movimento na A5. 

 

A logística para sair de casa foi a normal, dar de mamar, trocar fralda, vestir a piolha, enquanto ela fica na cadeira de baloiço entretida com os brinquedos, eu visto-me e nisto... a Maria Clara bolçou a roupa toda! Rapidamente a limpei e troquei, bom às vezes acontece, não é mães!

 

Mesmo assim não estávamos atrasadas, já acordo bem cedo e com tempo para imprevistos! Lá fomos nós neste dia de primavera que mais parece outono. Chegámos à clínica e estacionamento nem vê-lo... é que nem a pagar parquímetro, em zona vermelha, havia estacionamento perto. Acabei por deixar dentro de um parque do outro lado da avenida.

 

Por curiosidade gostava de saber que medições fazem para marcar os lugares é que por vezes nem uma pessoa magra consegue sair do carro, quanto mais um ovinho de bebé. Claro está que nem lugares reservados a grávidas/idosos/bebés havia. Esses lugares, por norma, sempre são um pouco mais largos.

 

Então, tive que estacionar num lugar metade do carro, retirar o carrinho e o ovinho com a bebé, voltar ao carro e finalizar o estacionamento. E lá fomos as duas à procura da saída do parque para a rua. Entrei no elevador e não havia uma única indicação de qual o andar da saída. Depois de subir e descer no elevador desisti e sai pela cancela onde havia entrado a conduzir.

 

Tudo ok!! Pelo menos não estava a chover e ainda estávamos dentro do horário. A consulta foi óptima, estou muito satisfeita com a pediatra que escolhemos. Felizmente, também, a Maria Clara não dá trabalho nenhum , é uma bebé super saudável e o seu desenvolvimento e crescimento está sempre na mesma curva de percentil. Vamos continuar com a amamentação mais um mês antes de começar com as sopas.

 

Quando saímos da clinica estava a choviscar, há quem lhe chame "chuva molha parvos", claro está que a princesa estava protegida pela capa de chuva do ovinho, aqui a "parva" ficou toda encharcada. O que foi óptimo tendo em conta que estou a tentar curar uma constipação só com benuron desde domingo!

 

Fui pagar o ticket do parque, mas a máquina não aceitava notas de 10€ para um valor inferior a 5€... ok! Dirigi-me ao segurança que naquele preciso momento tinha ido ao wc... esperei quase 10 minutos até que ele voltou e simpaticamente trocou-me a nota. Isto neste tempo todo a tentar acalmar a miúda que já estava a ficar com fome!

 

Pronto, finalmente vamos para casa. Lá paguei e dirigi-me ao meu carro para sair. Qual não é o meu espanto quando, ao longe, vejo um senhor a sair com o carro em marcha-atrás (nota: com imenso espaço para fazer a manobra) e bate no meu por duas vezes! Pensei: a sério?! Fiz-lhe sinal para que parasse e questionei se tinha reparado no que fez, o senhor ainda ficou muito ofendido (segundo ele já ia parar para ver se tinha feito estragos no meu carro) e queria chamar a polícia para resolver a situação. Pois claro! Era só o que me faltava ficar ali com a miúda a bater boca num estacionamento...à espera da polícia. 

 

Repeti toda a logística, retirar o carro do estacionamento até meio para colocar o ovinho no isofix e vim embora a pensar: isto de ser mãe dá-nos uma dose gigante de paciência, não acham?

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Autora de Quero a Minha Mãe, um blog dedicado ao universo complexo das mãe. 

FEATURED POSTS

November 4, 2019

September 16, 2019

Please reload

  • Black Facebook Icon
  • Black Instagram Icon